Declaração do Presidente sobre as ações de resposta ao crimes cibernéticos e assédio da Rússia

Declaração do Presidente sobre as ações de resposta ao crimes cibernéticos e assédio da Rússia

CASA BRANCA
Gabinete de Secretário de Imprensa

PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA

Hoje, ordenei uma série de ações em resposta ao assédio agressivo do governo russo contra oficiais e operações cibernéticas dos EUA voltadas às eleições americanas. Estas ações acontecem depois de repetidas advertências particulares e públicas que emitimos ao governo russo e são uma resposta necessária e apropriada aos esforços para prejudicar os interesses dos EUA em violação das normas internacionais de comportamento estabelecidas.

Todos os americanos devem se sentir chocados com as ações da Rússia. Em outubro, minha Administração publicou nossa avaliação das ações que a Rússia tomou destinadas a interferir no processo eleitoral nos EUA. Essas atividades de roubo e divulgação de dados só podem ter sido orientadas pelos mais altos níveis do governo russo. Além disso, nossos diplomatas sofreram um nível inaceitável de assédio em Moscou por parte dos serviços de segurança russos e da polícia ao longo do ano passado. Essas atividades têm consequências. Hoje, ordenei uma série de ações em resposta.

Eu emiti uma portaria executiva que dá mais autoridade para responder a certas atividades cibernéticas que buscam interferir ou minar nossos processos e instituições eleitorais, ou de nossos aliados ou parceiros. Utilizando esta nova autoridade, sancionei nove entidades e indivíduos: o GRU (Glavnoe Razvedyvatel’noe Upravlenie) e o FSB (ederalnaya Sluzhba Bezopasnosti), dois serviços de inteligência russos; quatro oficiais do GRU; e três empresas que prestaram apoio material às operações cibernéticas do GRU. Além disso, o Secretário do Tesouro está designando dois indivíduos russos para usar meios cibernéticos para provocar o desvio de fundos e informações de identificação pessoal. O Departamento de Estado também está fechando dois complexos russos, em Maryland e em Nova York, usados por pessoal russo para fins de inteligência, e está declarando “persona non grata” 35 agentes russos de inteligência. Por fim, o Departamento de Segurança Interna e o Federal Bureau of Investigation estão divulgando informações técnicas não confidenciais sobre a atividade cibernética do serviço de inteligência civil e militar russo, para ajudar os defensores da rede nos Estados Unidos e no exterior a identificar, detectar e interromper a campanha global da Rússia de atividades de crime cibernético.

Essas ações não são a soma total de nossa resposta às atividades agressivas da Rússia. Continuaremos a adotar uma variedade de ações em um momento e local de nossa escolha, algumas das quais não serão divulgadas. Além de responsabilizar a Rússia pelo que ela fez, os Estados Unidos e os seus amigos e aliados em todo o mundo devem trabalhar em conjunto para se oporem aos esforços da Rússia para minar as normas internacionais de comportamento estabelecidas e interferir com a governança democrática. Para esse fim, a minha Administração vai apresentar um relatório ao Congresso nos próximos dias sobre os esforços da Rússia para interferir em nossas eleições, bem como atividades cibernéticas maliciosas relacionadas ao nosso ciclo eleitoral em eleições anteriores.


Fonte: https://br.usembassy.gov/pt/

Artigos Relacionados

Help Vistos

Help Vistos

Despachante de visto americano ✅ Tire seu Visto rápido! Atendemos todo o brasil ☝Cuidamos dos formulários e orientamos conforme o perfil do solicitante!

Ler todos os artigos

Atendemos todo o Brasil
Faca um orçamento!

""
1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Dúvidas? Fale conosco!