Visto americano SP

Visto americano SP

Se você pretende ir para os Estados Unidos, já deve saber que precisa de um visto para entrar no país. 

Como esta é uma etapa fundamental da preparação da sua viagem e requer uma visita a um dos consulados ou à Embaixada em Brasília, nós organizamos dicas práticas para você conseguir passar por esta fase sem preocupação.

Como obter seu visto em apenas 4 passos:

1. Verifique a data do seu passaporte

  • O documento é fundamental para fazer o pedido do visto e viajar aos Estados Unidos.
  • O passaporte tem que estar válido por, pelo menos, mais seis meses depois da data de pedido no visto. Exemplo: se você vai fazer o pedido no dia 1º de junho, seu passaporte deve ser válido até 1º de dezembro ou mais.
  • Como obter: na Polícia Federal, que  disponibiliza todas as informações necessárias para dar entrada no documento.

Assim que você tiver o documento em mãos, pode começar a se preocupar com o visto.

2 – Preencha o formulário DS-160

O formulário DA-160 serve para você pedir a entrevista necessária para obter o visto para os Estados Unidos. Não é tão difícil assim e dá até para pedir de última hora. O processo, que antes demorava até 100 dias, foi revisado e agora leva até dois dias, segundo a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

  • Como você não quer correr riscos, o ideal é pedir com pelo menos uns dois meses de antecedência!
  • Tudo o que você precisa é ter todos os documentos necessários em mãos e uma ideia do seu roteiro de viagem pelo país.
  • O formulário deve ser preenchido em inglês, mas a tradução em português de todas as perguntas está visível ao passar o cursor do mouse sobre a pergunta!

O que ter em mãos para preencher o formulário DS-160

Documentos

Separe passaporte (inclusive passaportes antigos com vistos antigos, se tiver) e documentos que comprovem o vínculo com o país de residência.

Fotos no local

Quando ele pedir uma foto, você não precisa enviar. As fotos serão tiradas na ida ao CASV .

Atenção ao número de identificação

Anote o número de identificação que é gerado automaticamente para acessar o arquivo, se quiser fazer alguma alteração no futuro. É muito importante anotar este número, caso contrário, se você precisar mudar alguma coisa e não tiver a identificação, vai ter que começar tudo do zero.

Saiba o seu destino

A Embaixada não exige que você tenha comprovantes de reservas dos lugares onde pretende ficar nos Estados Unidos, mas é importante saber os destinos que quer visitar e adicionar ao formulário.

3 – Pague a taxa e agende a entrevista

  • Uma vez preenchido o formulário DS-160, você deve agora criar uma conta no site de solicitação de entrevista.
  • Através do site, você poderá pagar as taxas de solicitação do Visto de Não Imigrante (MRV). É possível pagar com cartão ou boleto bancário.
  • Agora você precisará agendar a sua entrevista de visto. Também deverá agendar uma ída ao Centro de Atendimento ao Solicitante de Vistos (CASV).
  • Os CASV são responsáveis por coletar impressões digitais e fotos dos candidatos e estão localizados nas mesmas cidades onde ocorre a entrevista.
  • A entrevista na Embaixada ou Consulado precisa ser agendada para depois da visita ao CASV.

A entrevista no Consulado ou Embaixada é presencial e só pode ser feita na data marcada.

Se você não mora em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre ou Recife e vai precisar viajar, nós estamos aqui para te ajudar.

4- Compareça à entrevista

No dia da entrevista, é muito importante lembrar de levar, além do seu passaporte atual, vistos antigos que estão em passaportes que perderam a validade. Levar documentos que, de alguma maneira, comprovem sua intenção de retornar ao Brasil é indispensável para não correr riscos de ter o visto negado.

Organize seus documentos e leve-os impressos

Comprovante de renda

Comprovante de renda suficiente para cobrir todas as despesas enquanto estiver nos Estados Unidos (ex: contra-cheques, comprovante do imposto de renda, extratos bancários).

Vínculo com o Brasil

Comprovante de que você tem laços significativos com o país ao qual você deseja retornar no fim de sua estadia nos Estados Unidos, geralmente estabelecido pela comprovação de laços familiares, profissionais, imóveis, emprego ou outros laços e compromissos com um país diferente dos Estados Unidos. Documentos que atestem este tipo de vínculo ajudam a não ter problemas para tirar o visto.

TIPOS DE VISTOS AMERICANOS

quando você passar na entrevista, você pode irá receber um dos vistos a baixo:

B-1: VISITANTES A NEGÓCIO

Esse visto é para pessoas que vão aos Estados Unidos para fazer negócios para empregadores não americanos. Não é válido para trabalho. O visto B1 só é emitido caso haja a garantia de que nenhum trabalhador americano correrá o risco de perder o emprego com a visita e que esta não será remunerada por nenhuma fonte americana.

B-2: VISITANTE A PASSEIO (TURISTAS)

Com esse visto não é permitido trabalhar, nem estudar (com exceção de cursos de baixa carga horária). O tempo de duração do visto é de 10 anos, mas o tempo de permanência que o visitante pode receber na imigração é normalmente de 6 meses (vai depender do oficial de imigração no momento da entrada nos Estados Unidos – Por isso, podem pedir a comprovação de que a viagem durará o tempo informado).

C-1: TRÂNSITO

Em geral, passageiros em trânsito (aqueles que estão apenas de passagem) pelos Estados Unidos necessitam de um visto C-1 válido.

F-1/F-2: ESTUDANTE

Esse visto é para estudantes admitidos em alguma instituição escolar aprovada pelo Serviço de Imigração. As instituições (Colégios ou Universidades) devem ter permissão para processar o formulário I-20.

O estudante precisará comprovar que possui vínculos com seu país de origem. Isso é necessário para mostrar que ele tem para onde voltar ao final do curso.

Além disso, outra comprovação que o estudante precisará é a de condição financeira, que precisa ser suficiente para manter o estudante no país sem que ele tenha que ter um emprego.

J-1/J-2: PROGRAMA DE INTERCÂMBIO

Apesar do visto ser destinado a “programas de intercâmbio”, ele não se aplica para intercambistas que vão fazer um curso de curta duração nos Estados Unidos (para esses estudantes, o tipo correto de visto seria o B-2, citado anteriormente).

Os solicitantes do J-1/J-2 podem incluir estudantes de pós-graduação, estrangeiros graduados em medicina buscando pós-graduação ou especialização, acadêmicos estrangeiros patrocinados por universidades como docentes temporários, e alguns profissionais estagiários.

M-1/M-2: ESTUDANTE VOCACIONAL

Esse visto é destinado a estudantes que pretendam frequentar uma universidade ou outra instituição acadêmica nos Estados Unidos.

Tem mais dúvidas sobre como tirar o visto americano?

consulte otite da help vistos: https://helpvistos.com.br/

Artigos Relacionados

Visto negado: como evitá-lo

Visto negado: como evitá-lo

Saiba como não passar por essa situação que pode complicar a sua viagem Toda viagem internacional tem um planejamento, e uma das

Visto americano para Estudante

Visto americano para Estudante

Vistos para os Estados Unidos Existem alguma alguns tipos de visto de estudante para os EUA. Veja abaixo as diferenças. Estudante em

Visto americano em São Paulo

Visto americano em São Paulo

Como tirar o visto americano passo a passo  1. Formulário DS-160 O primeiro passo para tirar o visto americano é preencher o formulário

Help Vistos

Help Vistos

Despachante de visto americano ✅ Tire seu Visto rápido! Atendemos todo o brasil ☝Cuidamos dos formulários e orientamos conforme o perfil do solicitante!

Ler todos os artigos

Atendemos todo o Brasil
Faca um orçamento!

""
1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Dúvidas? Fale conosco!